segunda-feira

Combatendo as Pulgas



Um gato sem pulgas não é um gato. É muito raro que um gato não tenha pulgas algumas vezes durante a vida. Os locais mais comuns onde as pulgas se escondem são debaixo do pescoço e nas axilas e virilhas. Também se podem detectar as pulgas pela presença dos seus excrementos - pequenos resíduos pretos espalhados pelo pêlo. Alguns gatos podem ser alérgicos aos dejetos das pulgas ou à sua saliva.

Para resolver o problema das pulgas, há várias soluções, que podem ser combinadas umas com as outras. O que se pode fazer:
- Dar um banho ao gato com shampoo ou sabonete anti-pulgas

- Colocar uma coleira anti-pulgas

- Colocar pó anti-pulgas no pêlo do gato.

- Espalhar uma solução anti-pulgas no pelo do gato (p/ex. o Frontline, mas informe-se primeiro se está a comprar o que é indicado para gatos, ou pode acabar por dar a um gato o anti-pulgas que era forte o suficiente para um pastor-alemão )
- Dar um comprimido anti-pulgas ao gato (p/ex. o Program, que se vende na farmácia) 
- Além disto, convém verificar que não houve nenhuma pulga a passar para os tapetes de casa. Em caso de dúvida, devem-se lavar estes com desinfectante. Um gato com coleira anti-pulgas não deve apanhar mais pulgas durante o tempo de validade da coleira. 

Restrições ao uso de coleira antiparasitas 
- Atenção às alergias à coleira, porque o gato pode ficar com o pescoço sem pêlo, com vermelhidão e a seguir podem aparecer feridas que sangram, no pescoço. 
- Uma gata a amamentar nunca deve ter a coleira nem pó anti-pulgas - aliás, como os gatinhos bebês apanham logo pulgas se a mãe também tiver, deve-se limpar bem a gata mal se saiba que ela está grávida, e retirar todas as formas de tratamento mal ela tenha os gatinhos. 
- Se um gato mostrar alergia à coleira, esta deve ser retirada imediatamente e o pescoço do gato deve ser lavado com Betadine (frasco amarelo) e tratado com Bepanthene (pomada cicatrizante) ou vaselina.


Um comentário:

Mily Milly disse...

ó coitadinhos pulga é uma praga para nosso peludinhos