domingo

Cio e Gestação nas Gatas


Sabe-se quando a fêmea está para entrar no cio, ou já está nele, quando ela se esfrega demais nas coisas e nas pessoas, fica rolando no chão, fica mais carinhosa e começa a urinar mais e às vezes em jatos para marcar território, como os machos. Ela chama o macho entortando a coluna com a cauda para cima, desvia a cauda para um dos lados, abaixa os membros anteriores, começar andar rápido com os membros posteriores e isso mostra o desejo de cruzar, podendo haver também perda de apetite. O macho é atraído pelo comportamento, pelo chamado ou pelo cheiro da urina da fêmea.

Os gatos possuem duas feromonas sexuais (substâncias que são excretadas por um animal e afetam o comportamento de outro). A fêmea possui uma feromona que induz ou auxilia na indução do cio nas outras fêmeas e tem também a função de atrair o macho. Num gatil, várias gatas podem ficar no cio ao mesmo tempo e o macho tem outra feromona cujo odor faz as gatas entrarem no cio.

Em humanos e em cadelas, o ovário liberta um ou mais óvulos em determinada fase do ciclo reprodutivo. Já as gatas, só ovulam quando cruzam e o óvulo só é libertado depois. Se após isso o cio persistir, é porque não houve fecundação e a fêmea não está prenha.

O cio da gata é chamado sazonal ou estacional, por depender da época do ano em que ocorre. O cio tem uma duração mais longa nas épocas quentes, podendo ir de cinco a 14 dias, e mais curta nas épocas frias, de um a seis dias. Por isso, as gatas são animais poliéstricos estacionais e, dependendo da gata, o intervalo do cio é de quatro a seis semanas. 


O primeiro cio é muito variável: dentro de cada fase ocorrem de dois a três ciclos de duas semanas e cada cio dura de dois a sete dias ou mais, dependendo da raça, idade ou época do ano em que o animal nasceu. Geralmente, acontece aos seis meses, quando a gata atinge um peso entre 2,3kg a 2,5kg, mas em raças de pelo longo, pode acontecer entre os 10 a 15 meses. A atividade reprodutiva poderá depois ser mantida até cerca de 14 anos. O primeiro cio depois de uma gestação ocorre oito dias após o desmame, mas pode ocorrer sete dias após o parto quando a gata não amamenta.

Os machos atingem a maturidade sexual aos nove meses, em média, ou quando atingem aproximadamente 3,5kg de peso. Aos cinco meses já produzem espermatozóides e por isso, dependendo da raça, podem atingir a maturidade aos sete meses. Embora tenha as mesmas variáveis, é contra-indicado a fêmea cruzar no primeiro cio, o ideal é após os 10 ou 12 meses de idade.

Gestação

O período de gestação dura de 60 a 70 dias no máximo e quanto mais tarde nascer o gatinho, maior ele estará e será mais difícil para nascer. Também acontece os gatinhos que nasçam antes dos 58 dias, nascerem todos mortos. Se até aos 70 dias a gata não der sinais de parto, é melhor procurar um veterinário, para o caso de ser necessário fazer uma cesariana.

As gatas prenhas mostram diversas alterações físicas, psicológicas e comportamentais durante este período, sendo que estas se tornam evidentes três semanas após o acasalamento. Caso o proprietário não seja capaz de verificar se a gata está prenha, poderá levá-la ao veterinário para que este possa sentir o abdômen na tentativa de detectar sinais de gravidez. Uma ecografia ou radiografia também poderão ajudar no diagnóstico da gestação felina.


Mudanças Físicas

São mais perceptíveis após a quinta semana, pois o animal ganha peso e o abdômen aumenta de tamanho (o alargamento do abdômen depende do tamanho dos fetos no interior do útero). Os mamilos tornam-se rosados e os pelos ao redor vão-se abrindo ligeiramente, o visível alargamento das glândulas mamárias ocorre após a sétima semana e a mãe geralmente só começa a produzir o leite dois dias após o parto.

Mudanças Comportamentais

Muitas mudanças de comportamento são percebidas durante o período de gestação. Nas últimas semanas de gravidez, uma gata pode exibir vários sintomas, como agitação e ansiedade e também pode evitar a socialização e buscar a solidão, ou pelo contrário pode ficar mais carinhosa e procurar sempre o seu dono. Pode também ficar frequentemente deitada no chão durante as últimas semanas, uma vez que o desconforto crescente do abdômen no final da gestação pode ser um pouco violento e perturbador, por causa das pressões sobre o útero, a bexiga e o cólon.

Gestação psicológica

A maioria das fêmeas possui um instinto maternal, no entanto algumas gatas passam a ter este comportamento sem estarem prenhas. Constroem ninhos, cuidam de objetos e brinquedos como se fossem filhotes, chegando até mesmo a apresentarem secreção nas mamas, mas este quadro não é um motivo de preocupação, uma vez que é fisiológico. Esses sinais aparecem logo após o término do cio, justamente devido às alterações hormonais sofridas durante este período.

A gestação psicológica dura aproximadamente três semanas, mas pode ser prolongada nos casos em que ocorra a auto-sucção, ou seja, em que a gata mame em si mesma. Nesse caso, as fêmeas correm o risco de desenvolver a mamite (infecção das glândulas mamárias), pois o líquido presente torna-se um excelente meio de cultura para as bactérias, somado ao facto de que esse volume acumulado passa a ser um incômodo. Na mamite, as glândulas mamárias ficam duras, inchadas e doem muito, a gata não se consegue posicionar deitada e pode ocorrer febre, perda de apetite e apatia em infecções graves. Desta forma, se ocorrer a mamite é melhor procurar um veterinário para indicar o melhor tratamento.


Dicas

Quando tiver a certeza de que a sua gata teve êxito no acasalamento, é seu dever manter um controle sobre a saúde geral do seu animal. Poderá fazer uma desparasitação interna, para que os gatinhos possam nascer sem parasitas e fazer uma boa alimentação com uma ração júnior, pois assim a gata terá mais leite e os gatinhos nascerão mais fortes e saudáveis. Uma gata prenha tende a ficar com muita fome, portanto temos que dar-lhe maior quantidade de alimento e de melhor qualidade e não incluir quaisquer suplementos alimentares a menos que sejam receitados pelo veterinário, para evitar a sobredosagem.

Também é bom proporcionar-lhe uma boa caixa de parto ou uma cama, forrada com uma toalha ou manta e um resguardo por cima e colocá-la num sítio calmo e acolhedor da casa, longe de ruídos e iluminação, para que ela possa estar confortável e tranquila. Caso a gata tenha uma ninhada grande, ela pode ter problemas para limpar os gatinhos sozinha, pelo que poderá ajudá-la nessa tarefa.



Um comentário:

Mily Milly disse...

E muito bom saber disso, eu já li outros artigos que dizia que a fêmea depois de primeiro cio os próximos era 1 vez por mês , por isso na meu entender e muito importante a castracoes para os gatos. Abraços!!